Direto da Redação - 03.05.2011 - Estadão ESPN - 14h45
Redução do IPI e seu impacto no IPCA
Publicado em: 13/07/2012 Gerar um RSS desta página para um leitor de notícias e feeds

Redução do IPI e seu impacto no IPCA

 

 

O IPCA do mês de junho apresentou variação de 0,08%, bem abaixo dos 0,36% verificados no mês de maio, e um pouco abaixo da projeção de 0,11% estimada pela MB Associados, consultoria macroeconômica parceira da Fenabrave. Este resultado foi o menor desde agosto de 2010 e foi fortemente influenciado pelo setor de transportes, o qual apresentou uma variação de -1,18%, representando uma contribuição de -0,24 pontos percentuais para o índice geral - a maior entre os setores. De acordo com a consultoria, este setor foi influenciado, por sua vez, pelos automóveis novos, com uma queda de 5,48%, e pelo de automóveis usados, com variação de -4,12%. Estes números refletem, sem grandes surpresas, as medidas adotadas pelo governo, no final de maio, para estimular o consumo e ajudar na recuperação do setor automotivo.

De acordo com a MB, estas medidas, de fato, têm estimulado o consumo, ajudando a reduzir os elevados estoques do setor, e aumentando a média diária dos emplacamentos. Como já dito no comentário anterior, esta medidas, contudo, tendem a influenciar de forma mais positiva o comércio do que a produção. Quanto ao IPCA, a expectativa da consultoria, para julho, é de uma variação de 0,21% em transportes e de 0,24% no índice geral.

Enviar para um amigo CompartilharImprimir