Rádio Sulamérica Trânsito - 03.11.2011 - 12h32
Ed.33 - Las Vegas
Publicado em: 11/04/2012 Gerar um RSS desta página para um leitor de notícias e feeds
Mais unidos, mais fortes!

Para ler o conteúdo completo, clique na capa ao lado.

Por Flávio Meneghetti

Um antigo líder de nosso setor, Cláudio Pacheco, pelos idos da década de 70, quando a distribuição de veículos era dependente de um número restrito de marcas e produtos, já se referia às redes de distribuição como uma força contida. Ao mencionar, com ironia, que “se o elefante soubesse a força que tem seria dono do circo”, Pacheco se referia aos concessionários, que deveriam conhecer e saber usar sua potência comercial para suplantar as pressões do mercado.

E assim estamos, mais de 40 anos depois, às voltas com as mesmas realidades.

Ao assumir a presidência da Fenabrave, em dezembro de 2011, me comprometi com muitos desafios, mas, o principal deles, foi o de aproximar ainda mais as Associações de Marca e suas redes filiadas da Fenabrave, fazendo com que a gestão participativa da entidade possa fortalecer o nosso setor a partir do fortalecimento individual de cada concessionário.

E foi pensando nisso que iniciamos a nossa gestão promovendo o Primeiro Encontro de Presidentes de Associações de Marca, para o qual foram convidados, também, seus executivos, além de todos os Presidentes Regionais Fenabrave. O objetivo deste Encontro de Lideranças era ouvir opiniões e captar anseios para traçar as prioridades e ações para os próximos três anos.

Da mesma forma, juntos estabelecemos uma nova missão para a nossa entidade, assim como definimos atribuições específicas para cada parte deste todo que é o setor da distribuição automotiva. O que cabe à Fenabrave desenvolver, o que deve ser realizado pelas Associações e o quanto juntos podemos prosperar neste mercado cada vez mais competitivo e que requer um novo olhar sobre as nossas estratégias, ações e gestão de negócios, e sobre a política que envolve o setor.

Vale lembrar que a Fenabrave também existe para colaborar para preservar e aumentar o patrimônio dos concessionários de veículos automotores.

Por isso, precisamos fortalecê-la e, para tanto, acima de tudo, devemos estar comprometidos. Esperamos que os presidentes das Associações de Marca tenham forte compromisso com esta entidade que representa seus mais legítimos interesses e dela participem.

Será assim, por meio do diálogo preciso e muitas vezes cirúrgico que obteremos sucesso, prestígio e o respeito que nossa atividade demanda. Geramos quase 300 mil empregos diretos, respondemos por 5% do PIB e temos capilaridade para atender todos os mais de 5.500 municípios existentes neste extenso País. Temos, portanto, que nos conscientizar de nossa dimensão, de nossa força e de nosso potencial.

Em breve, nosso planejamento estratégico começará a ser implementado, gradativa e assertivamente, até que obtenhamos os resultados esperados por todos os que participaram desta reunião de líderes e que, desta forma, representam os anseios de todos os concessionários de veículos instalados no país. Todos os segmentos, independentemente do porte, foram e serão ouvidos. A expressão desta vontade coletiva está contida na nova Missão Fenabrave, cujo texto é produto do pensamento das quase 90 pessoas presentes naquele evento, e que encerra este editorial:

“MISSÃO: Defender os interesses do setor, zelando pelo cumprimento da Lei 6729, representando seus interesses políticos, econômicos e legais, trabalhando em parceria com as Associações de Marca. Contribuir na formação e desenvolvimento de profissionais e gestores do segmento. Desenvolver e debater as melhores práticas de processos e negócios, por meio de intercâmbios com associações congêneres internacionais”.

Boa leitura! Bons negócios!
Enviar para um amigo CompartilharImprimir